Artigo 19: Memória e Cidade através de Walter Benjamin e Baudelaire

RESUMO

Através de um estudo da condição histórica das grandes cidades, levadas adiante pelo filósofo Walter Benjamin, através de seu célebre ensaio Sobre Alguns Temas em Baudelaire, e sua reflexão em torno do tema da memória do indivíduo urbano a partir da noção de memória involuntária, procuramos estabelecer um nexo entre as proposições benjaminianas acerca da cidade moderna, aliada a um exercício de interpretação de alguns poemas de Baudelaire, dentre eles, “Correspondências”, e “Os sete velhos”, ambos do livro As flores do mal, além de um diálogo com o poema em prosa “O mau vidraceiro”, do livro de contos do poeta francês Pequenos poemas em prosa. Trata-se de parte de uma pesquisa desenvolvida entre 2003 e 2004, contando com o financiamento do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, Conselho Nacional de Pesquisa, através da Universidade Federal do Espírito Santo, tendo como orientador o professor Bernardo Barros.

Palavras-chave: Walter Benjamin, Memória, Cidade, Baudelaire.

Download Researchgate
Download Academia.EDU

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s